RicBrSp ocupando uns bytes na web2

Neste blog comento notícias, política, coisas da vida (eletrônica ou digital), redes sociais, fotos, vídeos, música e etc., palpito de tudo um pouco, com meus textos, pensamentos, e crônicas.      

 http://www.facebook.com/ricbrsp        https://twitter.com/RicBrSp

http://ricbrsp.wordpress.com/           www.gazzag.com/ricbrsp 

http://www.myspace.com/ricbrsp         http://ricbrsp.hi5.com/

 

Visitantes

29 janeiro, 2013

A origem do universo, “big bang” ou Deus?

Comentei a seguinte matéria -

5 esquisitices da nossa Via Láctea 

Sempre acompanhei as tentativas de explicar, isto é, as hipóteses sobre a origem do universo, a origem de tudo, como a teoria do “big bang”, sempre tentando substituir uma força exterior p/ dar início a tudo, organizar o caos. A teoria do “big bang” nestes últimos 10 anos tem sido reinterpretada milhões de vezes, sempre tentando uma explicação melhor, ou convencer que ela é certa.
Os últimos 3 anos, com acelerador de partículas, e com telescópio em órbita da terra, no espaço, com novos ângulos, novos estudos, novas cores, novos tempos, datas mais aproximadas, muita coisa vem mudando radicalmente nesta explicação sobre a origem do universo, uma coisa é clara o conhecimentos q temos hoje é só o começo de um novo tempo nas ciências, e na compreensão do universo q nos cerca.
Continuando…
“Esquisitices” como no título do tal artigo, na verdade são fenômenos no espaço q não sabem como explicar, mas q se observa pelo telescópio espacial Hubble, agora com esta nova forma de observar o universo com uma visão bem melhorada da realidade, umas das “esquisitices” é uma estrela q tem órbita em volta do buraco negro e não é engolida por ele, nem a núvem d gases q se condensa perto desta órbita, inexplicável como o buraco negro não atrai tudo p/ dentro de si?
O q já posso concluir é q o buraco negro, não é tão negro como se acreditava antes, os astrônomos estão vendo uma luz no fim do tunel…, ou seja, do buraco negro rs…
As muitas fotos do Hubble monstrou q o universo não é tão infinito quanto sempre foi pregado pelos astrônomos, e ainda, q observaram q se expande p/ muitas direções, derrubando por completto a teoria de um único “big bang”, agora admitem q foram vários bangs, e não tão bigs assim, estamos só engatinhando pelo q a observação espacial nos mostra, sabemos muito pouco p/ saber realmente por q tudo é assim no universo, e sua (nossa) origem, fica claro q estamos, ainda no campo das suposições, deduções da simples observação, como no princípio de nosso conhecimento humano, estamos voltando a origem, menos cálculos e formulas, e muito mais observação do q a contece de fato no universo.
Por outro lado, e q eu acho q é o mesmo lado, estão descobrindo um novo universo dentro de uma partícula, através do novos estudos nos aceleradores de partículas, algumas das observações são semelhantes ás vistas no universo q nos cerca.
Uma ciência está completando a outra, ou ao menos fazendo sentido entre elas, até porque estudam a mesma coisa objetiva q é a origem de tudo, a partícula original da formação do universo, isto é, como tudo começou.
Em 1964 o físico inglês Petter Higgis trabalhando as ideias de Philip Anderson, previu uma possível existência de um novo elemento, que acabou denominado como a partícula de Deus, ou seja, Bólson de Higgis, q só foi provada possível existência com 50 anos de pesquisas em 04 de julho de 2012, portanto bem recente, e no meio destes estudos, com os estudos no acelerador de partículas, descobriu-se, tmb, q não são só tres (3) estados da matérias (sólido, liquido e gasoso), mas são mais de 500 novos estados da matéria, estamos só no início de muitas novas descobertas, de uma nova ciência, partindo-se do princípio q os fenômenos que acontecem dentro do acelerador de partículas, são cópias em escala bem minúscula do q ocorre agora no universo, que está em constante mutação, ou melhor mudando, acontecento milhares de choques de partículas no espaço infinito definindo como o universo evolui.
É tudo tão novo, tão por descobrir, até mesmo novas ciências derivadas destas recentes evoluções de conhecimentos, e de conceitos na física, na astrofísica, na astronomia, e tantas outras, os próximos 8 anos vão tentar explicar estes ultimos 3 anos de descobertas científicas.
Curioso é como tudo faz parte deste todo, que sabemos só um pedacinho…rs…
Outro fato q acho curioso q nem uma destas evoluções do conhecimento científico não consegue de fato amparar algum argumento teológico p/ a origem de tudo, se havia um Deus no princípio de tudo, ou não, nada ficou comprovado neste sentido, muito pelo contrário continua sendo uma hipótese, ainda válida, ou possível de explicar a origem de tudo.
http://hubblesite.org/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Telesc%C3%B3pio_espacial_Hubble
http://www.observatorio.ufmg.br/hubble.htm


Astrofísica: As 3 perguntas mais frequentes

“Uma última coisa sobre essa pergunta: as pessoas perguntam, ‘bem, o que você acha?’. E eu digo, ‘eu não sei’. Eu penso que o universo é lindo, complexo e fascinante. E eu não vi nenhuma evidência que mostre um ser divino onisciente no controle do universo. Mas não há nada que diga que isso não existe, também” Charles Liu


Um comentário:

Sua participação é fundamental p/ mim, até p/ ter a noção das barbaridades que escrevo. rs.....