RicBrSp ocupando uns bytes na web2

Neste blog comento notícias, política, coisas da vida (eletrônica ou digital), redes sociais, fotos, vídeos, música e etc., palpito de tudo um pouco, com meus textos, pensamentos, e crônicas.      

 http://www.facebook.com/ricbrsp        https://twitter.com/RicBrSp

http://ricbrsp.wordpress.com/           www.gazzag.com/ricbrsp 

http://www.myspace.com/ricbrsp         http://ricbrsp.hi5.com/

 

Visitantes

15 abril, 2008

A imprensa no caso Isabella Nardoni

De uma matéria de jornal Folha da Noite sobre o caso Isabella Nardoni, assim, me manifestei:

Creio que meu comentário neste blog não deverá ser aprovado p/ postar, por isto vai p/ meu blog, tmb, por cautela.

São tantos assassinos frios e maus a solta pelas ruas, de todas as atividades profissionais, advogados, jornalistas, policiais e etc...., que são criminosos, alguns até já julgados e condenados, até porque réu confesso, e aguarda em liberdade o recurso do crime confessado, numa impunidade de dar gosto, como todos nossos representantes no Poder Executivo e Legislativo, até porque ambos, oriundos do lugar comum (legislativo - atividade política partidária), são tantos criminosos a solta, e a imprensa para vender matéria, como a globo onde 1/3 do tempo em todos os seus jornais dedica com afinco em julgar e condenar, insistindo sempre com hipóteses, até porque o corpo ainda morno da vítima, e agora todos querem já prender o culpado.

As informações vazadas propositalmente, apesar do inquérito correr em segredo de justiça, informações que só a polícia tinha como as imagens do supermercado, relação das ligações telefônicas e etc., muitas destas nada contribuiu para esclarecer o caso, que deveria só ser policial, mas os segundos de imagens, na mão da imprensa virou horas de imagens privadas exibidas no meio bem público.

Quase todos os dias crianças são mortas em São Paulo, espancadas, abusadas, raptadas, sumidas, atropeladas, baleadas, e até hoje não virou manchete nem a vítima, nem supostos culpados, mas neste caso em particular, a imprensa para vender matéria no geral esta explorando ao máximo, numa evidente e conseqüente, se não previsível, condução da opinião pública, pois este é o papel principal da atividade jornalística como formadoras de opinião, além da informação que vem junto.

Vejo, assisto, ouço a manipulação da informação, inclusive por óbvia para apontar logo o culpado, e trancafiá-lo na cadeia, inclusive pois a imprensa não pode só se valer desta desgraça, tem outras para cobrir, mas esta é a bola da vez.

Nesta ânsia de culpado já julgou e condenou, como está fazendo a polícia e os rumos das investigações, só numa única direção, numa pressa feroz, que me faz lembrar o caso da Escola base, e outros semelhantes, onde a imprensa acabou vendendo, e faturando alto na visão (versão) errada dos fatos, como se repete neste caso, li muitas matérias deste jornal que recebi por e-mail, e que vim ler no blog.

Bem provável todos tenham acertado desta vez o rumo dos canhões (versão), sei quem vai decidir é a justiça, no seu devido tempo, e bota tempo nisto, mas com certeza esta repercussão feita pela imprensa que, ainda vai faturar até a sentença final e a prisão do culpado por esta atrocidade com uma criança indefesa Isabella Nardoni. Aproveito o gancho (RSS) para faturar no meu blog, também.

Desta vez foi sopa no mel, todas as autoridades ligadas diretamente ao caso e apuração dos fatos apareceram na imprensa, o promotor, então deu show de aparição e auto promoção, por ocasião da soltura do casal investigados, e sem acusação formal, isto é, nem indiciados são, somente suspeitos de serem os autores do crime, e o segredo de justiça do caso? Nem o promotor a respeita, muito menos a polícia que vasa informações, imagens, documentos que estão no inquérito policial que esta lá na delegacia em sigilo não sei do que?

Acho deprimente a forma como toda esta tragédia está sendo explorada para fins puramente comerciais em todos os níveis, inclusive a imprensa que mata novamente a cada matéria, a pequena Isabella Nardoni, como os leitores, espectadores assistindo tudo.

Acabei de passar pela TV e tava a globo explorando as fotos tiras pela polícia do interior do apartamento, desde ontem as mesmas fotos, remostradas ao longo da programação do dia em cadeia nacional, o prato principal do jornal local, e logo mais no jornal nacional e por ai vai....

Da morte da menina 12 de abril, até hoje 15, a imprensa exibe como prato principal de seus veículos. A cada movimento na casa onde o casal se encontra na zona norte as lentes captam e transmitem para o Brasil e exterior, e um batalhão de repórteres acampados, como urubus sobrevoando a carniça.

Está muito agressiva a abordagem da imprensa no geral, usem seus canhões de lentes para ajudar em outros casos atuais de crianças, não foquem suas energias num único caso, este já foi, já está fritado, partam para outras machetes, outras crianças que suplicam por justiça. A menina torturada em Goias do mês passado já foi, agora é esta outra, e as demais crianças?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é fundamental p/ mim, até p/ ter a noção das barbaridades que escrevo. rs.....